Videos de Taekwon-do

Loading...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Entrevista na RTV

Boas noites, como muitos de vós já sabem. recentemente dei uma entrevista na RTV, a qual se foi bom para o Taekwon-do ainda estou para aferir. Porquê?
Porque a produção resolveu inserir pelo meio da entrevista umas imagens que nada tem a ver com Taekwondo. Tem a ver com um filme! Exactamente: Um filme, mais precisamente o "Bloodsport - Força Destruidora" com o Jean Claude Van Damme.
Apesar de todos sabermos que o Van Damme é graduado em Taekwondo, tal não significa que as imagens do filme tenham alguma coisa a ver com a modalidade.
Bom de qualquer forma para aqueles que sentirem curiosidade sobre o que foi falado a mesma está publicada na integra no meu espaço do You tube e aqui também.
Em breve estará no site da Associação Taekwon-do do Porto.
Que o próximo ano seja melhor do que este, apesar das tentativas dos nossos governantes em contrariarem tais votos, são os meus votos sinceros para todos os meus amigos, familia, colaboradores, companheiros e todos quantos me desejarem o mesmo.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Encontro de Kyusho

No dia 27 de Novembro, Sábado, irá realizar-se no Estádio do Calvário em Valongo, União Desportiva Valonguense, um encontro de Kyusho das 16:00 às 18:30 horas. Este encontro desenrolar-se-á nos moldes habituais.
Iremos trabalhar Nível 1 e Nível 2.
Para mais informações, não hesitem em contactar-me, por email ou por telemóvel, estarei sempre disponível.
Entretanto aconselho-os a verem este video que vos dá uma ideia daquilo que poderão aprender caso o desejem. Treinando apenas uma vez por mês!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

União Desportiva Valonguense

Nesta data, começou a funcionar uma secção de Taekwon-do no União Desportiva Valonguense. Os treinos serão às Segundas, Quartas e Sextas das 19:00 horas às 20:00 Horas.
O Treinador/Instrutor serei eu: José Mendes.
Na verdade estou muito feliz por poder iniciar assim aquilo que eu espero venha a ser um grande sucesso: A secção de Taekwondo do Valonguense! Honrando assim os pergaminhos desta nobre instituição.
Até breve!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

Treinos de Taekwon-do

Aos emus alunos e amigos, comunico que durante esta próxima semana não haverão treinos de Taekwon-do. Peço-lhes um pouco de paciência pois retomaremos em breve a cadência habitual.

domingo, 19 de setembro de 2010

Sem Vergonha Parlamentar

Hoje, vou voltar a fugir ao tema de Taekwondo e mergulhar na podridão!
Hoje fui surpreendido por uma noticia no telejornal, a qual dava conta de um infeliz acidente rodoviário onde morreram duas pessoas.
Acidentes com esta magnitude óbviamente que causam transtornos viários intensos, normalmente traduzidas em filas imensas e demoras ainda maiores.
Qual o espanto e até incredulidade, quando aparece um destes carrões, todo negro, provavelmente pago pelo Estdo (NÓS), a ultrapassar os não sei quantos Kms de fila, ocupando a escapatória, com escolta, com um dos Deputados que nos deviam representar e zelar pelos nossos interesses...(HIC) Soluço muito grande..(HHHIIICC) Soluço muitíssimo grande!
Até quando o povo português vai permitir que esta gente nos (des)governe???
Gente sem vergonha, sem pudor, sem principios, sem moral, sem nada a não ser uma grande vontade de enriquecerem!
Até quando?
Já não chegaram 48 anos consecutivos?
Que gente é esta que está no poder? Que espécie de gente é esta? Será que são gente???
Que pessoas somos nós que deixamos isto acontecer e servilmente calamo-nos? Que nada fazemos?
Acabe-se já, hoje mesmo com as benesses dos políticos a começar pela IMUNIDADE PARLAMENTAR!
QUE VEM A SER ISTO? ELES PODEM FAZER E OS OUTROS NÃO?? É proibido é para todos! TODOS! TODOS! A que propósito eles fizeram leis que lhes permitem ter esta arrogância? Nem o Salazar toleraria isto!
Mas o nosso Presidente da Républica permite! O Presidente da Asssembleia Permite, os deputados permitem, pois comem todos da mesma gamela!
No que me diz respeito estou farto! Chegou o momento de dizer basta! E Vós? Acham que ainda aguentam mais?
Reflictam...

sábado, 14 de agosto de 2010

Encontro de Kyusho em Chaves

Pois é, faz hoje uma semana que aqui o rapaz, bem cedo, pegou no seu saco e toca a arrancar para a bonita cidade de Chaves.
Para quê? perguntarão alguns, pois como não podia deixar de ser foi para treinar.
Sendo a primeira vez que se ia realizar um encontro de Kyusho em Chaves, havia alguma expectativa e ansiedade à mistura. Posso dizer que foi um dia maravilhoso. Fomos muito bem recebidos, como aliás é timbre de transmontanos que se prezem! (A minha costelinha transmontana a falar) e o encontro decorreu de uma forma maravilhosa. Tanto, que todos os participantes fizeram questão de se juntarem à Kyusho Internacional.
Posto isto que mais poderei dizer a não ser agradecer ao meu anfitrião: Mestre Vítor Gomes, o amável acolhimento que me proporcionou e os agradáveis momentos de treino vividos e também o almoço de todos quantos treinaram..
Seria injusto não agradecer aqui aos restantes membros, mas que me perdoem, pois não vou nomeá-los a todos. Deixo também uma palavra à atleta Mariana, que estando de férias fez questão de aproveitar também este treino, com o que tive o privilégio da sua companhia na viagem, aligeirando assim a distância que eu tive de percorrer.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Desabafos, reflexões... Não sei...

Hoje venho falar sobre o que tem sido este ano de 2010. Na verdade tendo sido um ano onde resolvi muitos dos problemas pessoais que me afligiam, não todos como é evidente, foi também um ano de muita actividade e bastante difícil a vários níveis.
Desde logo com uma mudança de local de treino, a qual só foi possível graças a duas pessoas que eu não conhecia: Sr. Adelino e D. Ana! Na verdade pensava que já não existiam esse tipo de pessoas. Tem sido tantos os reveses que tenho sofrido por acreditar nas pessoas, que honestamente se não fosse o facto de encontrar algumas pessoas realmente amigas, seria quase impossível para mim acreditar no futuro. 
Tive outros amigos que apareceram absolutamente de surpresa, o Joaquim,por exemplo, nunca esperei a ajuda dele daquela forma, e que eu só espero conseguir merecer essa ajuda.
Porquê esta conversa?
Tal como disse, o ano foi, continua ser complicado, mas produtivo também. Muitas máscaras também caíram, o que é bom!
Noutro plano, tive um amigo e colega de profissão que se suicidou, o que naturalmente me abalou bastante! Para ele uma palavra de saudade e também de revolta!
Revolta porque com todas as vicissitudes que todos nós atravessamos, muitas delas são e foram provocadas por estes políticos que envergonham a nação, descaradamente mentirosos e aldrabões, que puseram a maioria dos funcionários públicos, senão na miséria, muito perto dela, e de uma forma geral todo o povo português!
Tudo isto mentindo despudoradamente, enquanto se locupletam com chorudos salários, pensões, e benesses várias. eles e os camaradas do partido mais respectivas familias.
Já sei que depois de escrever isto, provávelmente vou ficar sob a mira do SIS, os melhores candidatos à futura PIDE-DGS. Ainda não funciona assim, mas para lá caminhamos.... A passos muito largos....
Voltando às actividades marciais, bom, nem sei que dizer. Na verdade o estado da nação também se espelha nesta área, como não podia deixar de ser. A crise económica também tem os seus reflexos nas artes marciais e desportos de combate.
Isso nota-se desde o número de inscrições para a prática regular, ao número de inscrições para seminários, vendas de material, etc.
Não se iludam não me estou a queixar, apenas a constatar um facto.
Na verdade estou a escrever isto na véspera de partida para Chaves onde pela primeira vez na cidade, haverá um treino de Kyusho.
Sobre os eventos deste ano, congratulo-me com o facto de ter sido possível a realização da festa do 25 de Avril com uma demonstração estupenda de artes marciais. Foi uma manhã fantástica onde foi possível apreciar várias modalidades: Taekwon-do, Ful.Contact e Karaté Goju-Ryu.
Foi também um ano onde apesar dos meus atletas não terem conquistado qualquer medalha, deixaram-me boas indicações para o futuro e o mais importante: Participaram!
Sim porque apesar de eu considerar que o desporto é uma pequena parte do Taekwondo, e por sua vez a competição é uma pequena parte do desporto, acho também que neste tipo de desporto,arte marcial, é importante  ser-se capaz de subir a um ringue. Enfrentarmos os nossos medos, levantarmo-nos para combater, mesmo sabendo que o adversário é mais forte e nos vai derrubar outra vez, isso , essa vontade, essa força, esse querer, isso é que nos distingue, isso é que nos torna verdadeiramente fortes. Não são as vitórias que nos tornam fortes, são as derrotas! A forma como lidamos com as derrotas, no fundo as nossas frustrações, a forma como lidamos com isso é que nos define. Quando estamos no topo, quando temos dinheiro, quando somos os maiores, não faltam "amigos", não faltam apoios, não falta nada! Mas cuidado, mesmo nessa altura lembrem-se: "A única altura em que um homem pode olhar de cima para outro, é quando o está a ajudar a levantar-se" (Gabriel Garcia Marquez). Assim se realmente atendermos ao que é importante, os valores, a moral, seremos sempre nós, também nunca seremos conformados, pois teremos ideais, mas seremos felizes. Teremos ideais! Teremos aquela luzinha, aquela meta, algo que por muito que tente nunca serei capaz de exprimir por palavras!
Os cinco princípios que nos ensinam nas primeiras aulas de Taekwon-do, e em tantos sítios e crenças e mesmo religiões, apesar de ser agnóstico, a verdade é que em nenhuma delas nos mandam ser "maus".
A questão é? Porque é que é tão difícil ser-se bom???

domingo, 27 de junho de 2010

Treino de Kyusho

No dia 3 de Julho, retomarei a actividade dos encontros mensais. Por motivos particulares, tive de "suspender" estes encontros. Escrevo suspender entre aspas porque não deixei de ir a outras actividades da KI.
Para aqueles que ainda pensam que lhes basta ter os vídeos e os livros para aprenderem, recordo-lhes que a ser assim, nunca teríamos precisado de praticar as Artes Marciais e Desportos de Combate treinando com um ou mais Mestres., pois livros e DVDs não faltam no mercado.
Resumindo e concluindo:
A verdade é que neste exacto momento em que escrevo estas breves palavras, ainda me encontro un tanto dorido e massacrado do treino.
Mas, como estou sempre a ouvir dos meus entes queridos, "quem corre por gosto não cansa"!
Na verdade este pequeno desabafo leva-me a uma reflexão que me tem acompanhado particularmente nestes últimos tempos:
O esforço e o espírito de sacrifício!
Estas duas qualidades estão cada vez mais ausentes da nossa sociedade, primeiro e muito particularmente dos praticantes (alunos) de Artes Marciais e Desportos de Combate,
Isto faz com que os métodos de treino e pedagógicos tenham evoluído de uma forma acentuada. No entanto, não é minha intenção nem sou de opinião que toda essa evolução seja a mais correcta.
Na maioria dos casos será, mas que hoje em dia vê-se muita gente a querer ir treinar para "aprender uns truques", também é verdade. Ora mesmo isso sendo uma pretensão legitima, também não é menos certo que é uma pretensão que desvirtua todo o contexto marcial e desportivo. Na verdade cada vez é mais necessário ter o entendimento de que sepretendem atingir um determinado nível, patamar ou objectivo, deverão ter presentes que tal coisa está mais dependente do seu próprio esforço e espírito de sacrifício do que propriamente do seu mentor, mestre ou treinador.
Em breve voltarei para falar mais um pouco sobre este assunto.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

25 de Abril

A Associação Taekwon-do do Porto, à semelhança do ano passado irá realizar uma demonstração de Taekwon-do e outras artes marciais e desportos de combate, no dia 25 de Abril em Valongo.
Esta data deverá ser recordada por nós, porque sem a revolução de Abril, seria impensável a existência do associativismo.
Na verdade já passaram tantos anos que já se justificaria outro 25 de Abril, pois nota-se neste últimos tempos, um retrocesso ao passado, com as perseguições laborais aos sindicalistas, as mordaças dissimuladas da comunicação social, o empobrecimento da classe trabalhadora, o enriquecimento inexplicável dos politicos... Está mais que na hora de se fazer alguma coisa!
Assim sendo o nosso contributo será o mantermos vivos esta chama revolucionária, a qual tal como a chama olimpíca, deve sempre ser mantida viva!

sexta-feira, 12 de março de 2010

Os maldizentes

Pois é, eu se calhar nem devia perder tempo a escrever isto, mas para ser franco acho que me vai saber bem dar uma resposta pública a alguns maldizentes que escudando-se num endereço de email anónimo andam para aí a lançar as suas frases insidiosas!
Neste momento em que escrevo, estou a pensar se vale a pena ir pagar a taxa de "justiça", está entre aspas, pois não acho que seja justo o queixoso ter de pagar seja o que for, antes do julgamento. Se a queixa fosse julgada improcedente, aí ainda se compreendia, agora pagar antes!?... Enfim, é o país que temos!
Voltando ao assunto, esta taxa de justiça refere-se a uma queixa por mim apresentada por difamação, ofensa ao bom nome e bla-blá-blá.
Porquê?
Porque existem individuos que refugiando-se no anonimato de um mail, escondendo a cara, acham-se no direito de dizer todas as barbaridades que lhes apetece, sobre quem lhes apetece. Esta situação que não é nova, mostra que realmente contráriamente à crença que se espalhou sobre as artes marciais, existem muitos individuos a praticá-las sem qualquer tipo de carácter.
Porque é que só agora resolvi escrever isto?
Porque acabei de receber um mail de um AUTO-INTITULADO "inspectordasartesmarciais@gmail.com", aliás mais um, onde este "cobardola" se permite fazer comentários sobre alguém que desconheço quem seja, está a começar a aprender, pois não cita nomes!
Desta vez cita apenas uma organização (associação) , talvez pense que os responsáveis da mesma não reagirão... Bom não é problema meu!
Na verdade se não fosse deprimente seria caso de riso, pois quem se atreve a fazer comentários de quem quer que seja, deveria em primeiro lugar ser suficientemente homem para o dizer de caras às pessoas sobre quem ele opina tão torpemente pelas costas.
Estou a acabar de escrever e já começo a pensar se não estarei a dar importância a mais a quem não a tem?...
Bom, como não gosto de deixar as coisas a meio, acho que vou mesmo publicar isto.